» » » Terremoto de 8,2 graus no Norte do Chile deixa seis mortos

Um terremoto de 8,2 graus de magnitude foi registrado nesta terça-feira no extremo-norte do Chile a 38,9 Km de profundidade e com epicentro a 89 Km da localidade de Cuya, segundo o Centro Sismológico Nacional da Universidade do Chile. O ministro do Interior, Rodrigo Penalillo informou que seis pessoas morreram. Três pessoas ficaram gravemente feridas.


Após o sismo, às 20h46 (horário local e mesmo de Brasília), o Serviço Hidrográfico e Oceanográfico da Marinha (SHOA) emitiu um alerta de tsunami em toda a costa do Chile e do Peru. No início da manhã desta quarta-feira foi suspenso o alerta de tsunami no Chile.


O ministro do Interior, Rodrigo Peñailillo, confirmou que houve três incêndios, dois dos quais estão sendo combatidos pelos bombeiros, e o terceiro foi controlado.
A presidente do Chile, Michelle Bachelet, decretou zona de catástrofe nas regiões de Arica e Tarapacá, as mais afetadas pelo terremoto. Bachelet, que viajará nesta quarta-feira às zonas afetadas, enviou ao brigadeiro do Exército Miguel Dilet a Arica e o general da Aeronáutica Arturo Merino a Tarapacá para tomar o comando da ordem pública e evitar situações de saque e desordem.


A primeira região atingida foi Pisagua, também no norte chileno. Em Iquique, as ondas chegaram a até 2,5 metros. Na capital, Santiago, que não está tão perto do Pacífico, a população não sentiu o abalo.
Logo após o registro, as autoridades chilenas ativaram o alerta de tsunami para todo o litoral do país, no que foram seguidas pelo governo peruano, que determinou a evacuação da costa Sul.
— Pedimos aos cidadãos de todo o país para deixarem as áreas costeiras. Não temos sérios danos nas casas. Não há nenhuma tragédia envolvendo pessoas — disse o subsecretário do Interior do Chile, Mahmud Aleuy, cerca de duas horas após o terremoto.

A Marinha chilena disse que as ondas chegaram às costas do país 45 minutos depois do tremor e a maré aumentou em um intervalo de 1,58 a 1,8 metro. Segundo o Centro de Alerta de Tsunami do Pacífico, as costas do Peru, Equador, Colômbia, Panamá, Costa Rica, Nicarágua e o estado americano do Havaí também estavam em risco.


O terremoto relembrou uma tragédia similar à vivida pelos chilenos em fevereiro de 2010. Desta vez, os planos de evacuação da costa aparentemente demonstraram bom funcionamento .
Mas, embora as autoridades chilenas não tenham registrado danos graves à infraestrutura, o terremoto provocou deslizamentos de terra e bloqueios parciais de estradas, de acordo com o Escritório Nacional de Emergência chileno (Onemi). Em Iquique, moradores que precisaram deixar suas casas foram abrigados no estádio da cidade. As comunicações telefônicas foram afetadas.


De acordo com o site do jornal “El Mercurio” foram registrados congestionamentos de moradores que buscavam áreas mais seguras em cidades como Arica, Parinacota e Tarapacá.


Postador Moderador

Seja Bem Vindo ao Maior blog de Entretenimento do Brasil. Deixe abaixo os seus comentários. Obrigado por sua visita e volte sempre!
«
Proxima
Postagem mais recente
»
Anterior
Postagem mais antiga

Nenhum comentário: